terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Quero a minha vida de volta!

Já não vinha aqui desde Sábado... Não tive paciência para o computador... A luz faz-me impressão aos olhos... estive com umas dores de cabeça desde Domingo insuportáveis. Nem sempre é fácil aturá-las. Mas que hei eu de fazer? Sinto saudades dos dias em que era feliz, de quando a palavra "Epilepsia" não me atormentava os meus pensamentos. A quantidade de coisas que eu em princípio vou ter de deixar de fazer por causa desta nobilíssima palavra com tantas e tantas consequências. Nem sempre é fácil lidar com uma doença, não é muito grave como a anorexia, ou o cancro, mas ainda me dá que pensar e que fazer... Tenho cada vez mais medicamentos para tomar... E nem assim, eu me vejo livre disto. Sei que só fui diagnosticada há cerca de 3 semanas, mas para mim isso é tempo suficiente para uma medicação fazer efeito...Amava a minha liberdade de sair à noite, poder beber, e curtir á minha ao som da música que eu mais gosto, mas agora nem isso eu consigo fazer... Se entro numa discoteca ás 00h, ás 3h tenho que sair, o meu coração começa a palpitar demasiado rápido, a luz ofusca-me os olhos, e a música faz-me sentir pedrada. Sinto-me uma autêntica drogada, no meio da multidão sem ter para onde ir... 
Vou dormir. Dói-me a cabeça, para variar... 
Boa Noite, 
Ana. 

P.S.: Eu e o E.H já resolvemos as coisas!

Sem comentários:

Enviar um comentário